CAT:17 Posts tagged "Country"

Dolly Parton + Pentatonix – Jolene

Minha referência mais clara de Dolly Parton foi seu papel na comédia “Como Eliminar Seu Chefe” (1980), para o qual gravou o tema “Nine To Five“. Agora fiquei sabendo que a cantora country está chamando a atenção com uma regravação a capella de seu hit “Jolene”, original de 1974, feita junto com o quinteto vocal Pentatonix (de cujo integrante virtuose Kevin Olusola qual já escrevi aqui antes). O que acho mais legal é ouvir um tema country, com aquele andamento meio galopado, mas em uma roupagem Doo Wop a capella. Saca só:

Mungo Jerry – In The Summertime na publicidade

Não, eu nunca havia escutado “In The Summertime” até há bem pouco tempo atrás. Me julguem.
Esse mega hit da banda britânica Mungo Jerry, lançado em 1970, é alto astral até a última nuvem lá do céu. É divertido e relaxado, e muito disso graças à voz rouca e original do cantor Ray Dorset. Também graças ao fato de “In The Summertime” se alinhar com toda a tradição do blues e do stride piano jazzístico, sendo uma espécie de releitura não-purista desses gêneros. O banjo country da música também dá um toque de humor e leveza à faixa – que, aliás, foi praticamente o único sucesso do grupo. Então, se você como eu não conhecia essa pérola da passagem dos ’60 para os ’70, ouça aqui. E veja como tem sido seu uso na publicidade ao longo dos anos:

Para vender cruzeiros marítimos, um cover com algumas alterações na letra (2015):

Em 1992, a música lembrava do perigo de beber e dirigir:

E em 1973, sua letra adaptada vendia molho de tomate, em comercial da Ogilvy & Mather:

Thunderstruck – Steve’n’Seagulls

Quem foi aos estádios durante a Copa do Mundo ouviu, entre outras, “Thunderstruck” do AC/DC como trilha para aquecer os minutos que antecederam ao inicio dos jogos. Agora essa mesma música ganhou um adrenalizado cover acústico e “hillbilly” do quinteto finlandês Steve’n’Seagulls, com direito a banjo, sanfona, colher e bigorna. Na mosca:

Abaixo, a original dos australianos:

Hudson Taylor – World Without You

Canções honestas são dificeis de serem encontradas. Esta é uma delas. No meio do caminho entre o folk e o country, lembrando vários momentos de Paul Simon, World Without You é uma bela canção de amor direta vinda do grupo irlandês Hudson Taylor (formado pelos irmãos Alfie e Harry Hudson-Taylor).

Andrew Bird – Give It Away

Give It Away, faixa do album “Break It Yourself” (lançado em março) do cantor/compositor/violinista Andrew Bird ganhou ontem sua versão em clipe. O curioso da canção é um procedimento pouco comum na música atual: a mudança de andamento entre suas partes. Ela se inicia com os leves pizzicatos do violino de Andrew tecendo uma atmosfera delicada para, após um breque, engatar um andamento mais rápido em um quase-country com sabor anos 60 – cairia muito bem na voz de George Harrison, por exemplo.

E já que o assunto é violino, vale conferir a performance de Andrew também em sua versão da folk Plasticities (do album “Armchair Apocrypha”) para o From The Basement, site com especiais musicais do produtor Nigel Godrich (Radiohead, U2). Aqui, ele mostra seu incrivel e controlado dominio técnico assobiando e brincando com o violino na echo box (que permite gravar e somar melodias sucessivas ao vivo), para criar várias camadas de sons.

Rosie and Me – Ready For The Floor

Ready For The Floor, hit de “Made In The Dark” (2008), terceiro album do Hot Chip, ganhou agora uma versão country dos curitibanos do Rosie and Me. O que é bacana nessa leitura do quinteto paranaense é que, despida de seu arranjo eletrônico dançante, a canção revela uma melancolia insuspeitada, ombreada pelo banjo e pelo acompanhamento acústico:

Abaixo, a versão original do Hot Chip: